Menu

Redes Sociais

Notícias

Globo de Ouro 2019: 'Bohemian Rhapsody' e 'Green Book: O guia' são os grandes ganhadores

Publicado por Foto: Mario Anzuoni/Reuters em 07/01/2019 às 08:50

Na celebração do Globo de Ouro 2019 neste domingo (6), "Green Book: O guia", com três prêmios, e "Bohemian Rhapsody", com dois, foram os grandes vencedores da noite. "Roma", ganhador de outras duas categorias importantes, também foi destaque.Com apresentação de Sandra Oh, que chegou a ganhar como melhor atriz de série dramática por "Killing Eve", e Andy Samberg ("Brooklyn Nine-nine"), a cerimônia aconteceu neste domingo (6), no Hotel Beverly Hilton, em Los Angeles.

Promovida pela Associação da Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA, na sigla original), a disputa tradicionalmente dá largada na temporada de prêmios. Há categorias dedicadas a produções para cinema e para TV.

Equilíbrio no cinema...

A noite foi marcada por um grande equilíbrio tanto no cinema quanto na TV. Nenhuma produção ganhou mais de três prêmios.

O ganhador em estatuetas foi "Green Book: O guia". Ao contar a história de pianista de jazz negro fazendo turnê pelo Sul dos Estados Unidos nos anos 1960 acompanhado de um guarda-costas branco, o filme conquistou as categorias de melhor comédia ou musical, melhor roteiro e melhor ator coadjuvante (Mahershala Ali).

Já nas categorias dramáticas o vencedor foi "Bohemian Rhapsody". O filme sobre Freddie Mercury e o Queen foi o escolhido como melhor filme dramático e com o melhor ator de drama. Em seu discurso, Rami Malek dedicou o prêmio ao cantor: "Freddie, isso é para você".

Mas as coisas poderiam ser diferentes. "Roma" ganhou outras duas estatuetas como melhor filme de língua estrangeira e melhor diretor para o mexicano Alfonso Cuarón.

A história de um empregada doméstica nos anos 1970 na Cidade do México ficou de fora das categorias principais, já que uma regra da premiação não permite a presença de filmes gravados em outros idiomas.

Christian Bale foi o vencedor como melhor ator em comédia ou musical por "Vice", com direito a um discurso bem-humorado sobre como foi inspirado por Satanás para interpretar o antigo vice-presidente dos EUA Dick Cheney. A melhor atriz do gênero foi Olivia Colman, por "A favorita".

Uma das grandes surpresas da noite foi o prêmio de melhor atriz dramática para Glenn Close, por "A esposa". A atriz veterana deu um discurso emocionado, que levou grande parte dos convidados às lagrimas, após ganhar de Lady Gaga ("Nasce uma estrela") e de Melissa McCarthy ("Poderia Me Perdoar?").

Outra que emocionou os colegas foi Regina King. Ao ganhar como melhor atriz coadjuvante por "Se a rua Beale falasse", ela foi ovacionada ao prometer que todas as suas produções dali em diante teriam equipes compostas 50% por mulheres.

Com cinco indicações, "Nasce uma estrela" só não passou em branco ao levar o prêmio de melhor canção original, com "Shallow", interpretada por Lady Gaga e Bradley Cooper. A cantora subiu ao palco com Mark Ronson, um dos autores da música, para agradecer o prêmio.

Entre as animações, a Sony conseguiu quebrar a hegemônia da Disney e da Pixar ao derrotar as duas com "Homem-Aranha no Aranhaverso".

O grande homenageado da noite com o prêmio Cecil B. Demille de conjunto da carreira foi Jeff Bridges. O ator já tinha ganhado um prêmio em 2010 por sua atuação em "Coração Louco", e indicado outras quatro vezes.

...e na TV

Já na TV a disputa foi ainda mais acirrada. "O método Kominsky" "The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story" foram os mais premiados, com dois cada.

"Kominsky" foi o grande vencedor entre as comédias, escolhido como melhor série de comédia ou musical e como melhor ator de comédia (Michael Douglas). Rachel Brosnahan, de "The Marvelous Mrs. Maisel", foi a melhor atriz.

Já "Versace" foi o destaque entre as séries limitadas ou filmes para a TV, ganhador na categoria principal e com o melhor ator do gênero (Darren Criss). Patricia Arquette, de "Escape at Dannemora", foi a melhor atriz.

Entre os dramas, não houve um favorito. A última temporada de "The Americans" foi a vencedora como série, Richard Madden ("The Bodyguard") foi o melhor ator e Sandra Oh foi a melhor atriz.

A TV também contou com uma grande novidade em 2019. A edição da premiação estreou o prêmio Carol Burnett de conjunto da carreira televisiva para a própria Burnett. A atriz de 85 anos já foi indicada a 18 Globos de Ouro, e levou cinco deles para casa.

Veja lista completa abaixo (vencedores em negrito):

Melhor filme - Drama

"Infiltrado na Klan"
"Pantera Negra"
"Bohemian Rhapsody"
"Se a Rua Beale Falasse"
"Nasce uma estrela"

Melhor atriz de filme - Drama

Glenn Close, "The Wife"
Lady Gaga, "Nasce uma estrela"
Nicole Kidman, "Destroyer"
Melissa McCarthy, "Poderia Me Perdoar?"
Rosamund Pike, "A Private War"

Melhor ator de filme - Drama

Bradley Cooper, "Nasce uma estrela"
Willem Dafoe, "At Eternity's Gate"
Lucas Hedges, "Boy Erased"
Rami Malek, "Bohemian Rhapsody"
John David Washington, "Infiltrado na Klan"

Melhor Filme - Musical ou Comédia

"Podres de ricos"
"A Favorita"
"Green Book: O Guia"
"O Retorno de Mary Poppins"
"Vice"

Melhor atriz em filme - Musical ou Comédia

Emily Blunt, "O Retorno de Mary Poppins"
Olivia Colman, "A favorita"
Elsie Fisher, "Oitava Série"
Charlize Theron, "Tully"
Constance Wu, "Podres de Ricos"

Melhor ator em filme - Musical ou Comédia

Christian Bale, "Vice"
Lin-Manuel Miranda, "O Retorno de Mary Poppins"
Viggo Mortensen, "Green Book: O Guia"
Robert Redford, "The Old Man and the Gun"
John C. Reilly, "Stan & Ollie"

Melhor diretor de filmes

Bradley Cooper, "Nasce uma estrela"
Alfonso Cuarón, "Roma"
Peter Farrelly, "Green Book: O Guia"
Spike Lee, "Infiltrado na Klan"
Adam McKay, "Vice"

Melhor roteiro para filme

Barry Jenkins ("If Beale Street Could Talk")
Adam McKay ("Vice")
Alfonso Cuarón ("Roma")
Deborah Davis and Tony McNamara ("A favorita")
Peter Farrelly, Nick Vallelonga, Brian Currie ("Green Book: O Guia")

Melhor atriz coadjuvante em filmes

Amy Adams, "Vice"
Claire Foy, "O primeiro homem"
Regina King, "Se a Rua Beale Falasse"
Emma Stone, "A Favorita"
Rachel Weisz, "A Favorita"

Melhor ator coadjuvante em filmes

Mahershala Ali, "Green Book: O Guia"
Timothée Chalamet, "Beautiful Boy"
Adam Driver, "Infiltrado na Klan"
Richard E. Grant, "Poderia Me Perdoar?"
Sam Rockwell, "Vice"

Melhor música para filmes

"All the Stars”, "Pantera Negra"
"Revelation”, "Boy Erased"
"Girl in the Movies”, "Dumplin"
"Shallow", "Nasce uma estrela"
"Requiem for a Private War", "A Private War"

Melhor trilha original para filmes

Marco Beltrami, "Um lugar silencioso"
Alexandre Desplat, "Ilha de cachorros"
Ludwig Göransson, "Pantera Negra"
Justin Hurwitz, "O primeiro homem"
Marc Shaiman, "O retorno de Mary Poppins"

Melhor animação

"Os Incríveis 2"
"Ilha dos Cachorros"
"Mirai"
"WiFi Ralph: Quebrando a Internet"
"Homem-Aranha no Aranhaverso"

Melhor filme em língua estrangeira

"Capernaum" (Líbano)
"Girl" (Bélgica)
"Never Look Away" (Alemanha)
"Roma" (México)
"Shoplifters" (Japão)

Melhor série - Drama

"The Americans"
"Bodyguard"
"Homecoming"
"Killing Eve"
"Pose"

Melhor atriz em série - Drama

Caitriona Balfe, "Outlander"
Elisabeth Moss, "O conto da Aia"
Sandra Oh, "Killing Eve"
Julia Roberts, "Homecoming"
Keri Russell, "The Americans"

Melhor ator em série - Drama

Jason Bateman, "Ozark"
Stephan James, “Homecoming"
Billy Porter, "Pose"
Richard Madden, "Bodyguard"
Matthew Rhys, "The Americans"

Melhor série - Musical ou Comédia

"Barry"
"Kidding"
"The Good Place"
"O Método Kominsky"
"The Marvelous Mrs. Maisel"

Melhor atriz em série - Musical ou Comédia

Kristen Bell, "The Good Place"
Candice Bergen, "Murphy Brown"
Alison Brie, "Glow"
Rachel Brosnahan, "The Marvelous Mrs. Maisel"
Debra Messing, "Will & Grace"

Melhor ator em série - Musical ou Comédia

Sacha Baron Cohen, "Who is America?"
Michael Douglas, "O Método Kominsky"
Donald Glover, "Atlanta"
Bill Hader, "Barry"
Jim Carrey, “Kidding”

Melhor série limitada ou filme para TV

"The Alienist"
"The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story"
"Escape at Dannemora"
"Sharp Objects"
"A Very English Scandal"

Melhor atriz em série limitada ou filme para TV

Amy Adams, "Sharp Objects"
Patricia Arquette, "Escape at Dannemora"
Connie Britton, "Dirty John"
Laura Dern, "The Tale"
Regina King, "Seven Seconds"

Melhor ator em série limitada ou filme para TV

Antonio Banderas, "Genius: Picasso"
Daniel Bruhl, "The Alienist"
Darren Criss, "The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story"
Benedict Cumberbatch, "Patrick Melrose"
Hugh Grant, "A Very English Scandal"

Melhor atriz coadjuvante em série, série limitada ou filme para TV

Alex Borstein, "The Marvelous Mrs.Maisel"
Patricia Clarkson, "Sharp Objects"
Penélope Cruz, "The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story"
Thandie Newton, "Westworld"
Yvonne Strahovski, "O conto da Aia"

Melhor ator coadjuvante em série, série limitada ou filme para TV

Alan Arkin, "O Método Kominsky"
Kieran Culkin, "Succession"
Edgar Ramírez, "The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story"
Ben Whishaw, "A Very English Scandal"
Henry Winkler, "Barry"

Fonte: https://g1.globo.com/pop-arte/cinema/noticia/2019/01/07/globo-de-ouro-2019-green-book-o-guia-e-bohemian-rhapsody-sao-os-grandes-vencedores.ghtml

Localização

Av. Historiador Rubens de Mendonça 1731 - Bosque da Saúde
CEP: 78050-000
Fone: (65) 3642-3947
contato@radioconti.com.br

Sitevip Internet