Menu Escute a rádio online | Cuiabá

Notícias

Pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso avaliam se soro antiofídico pode impedir covid 19

Publicado em 13/08/2020 às 15:32



Pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso avaliam se o soro antiofídico pode gerar imunidade ou ser terapêutico à infecção pelo novo coronavírus. 
 
O estudo começou por acaso.

Uma pessoa, de uma mesma família, foi picada por uma cobra da espécie botrophs jararaca, chamada popularmente como “boca de sapo” por ser muito comum na região do Pantanal.

Todos os membros da família foram contaminados pela Covid 19, mas, a pessoa, picada em setembro do ano passado e tratada com soro antiofídico não foi contaminada.

Um dos pesquisadores diz que eles procuram saber como o soro antiofídico provoca essa reação, pois, constataram inúmeros casos de pessoas que se tornaram imunes à malária, para ficar num exemplo, após serem picadas por cobra e fazerem soroterapia antiveneno.
  
E no caso, agora objeto de pesquisa, a paciente picada pela jararaca recebeu várias bolsas de soro antiofídico durante o tratamento no fim do ano passado.

Em julho deste ano todos os integrantes da família testaram positivo para a Covid 19 através dos testes de PCR ,mas, a paciente tratada da picada de cobra testou negativo tanto nos testes padrão-ouro capazes de detectar fragmentos de DNA ou o próprio coronovírus e outros testes sorológicos deram todos negativo o que instiga a pesquisa a procurar saber se o tratamento da picada de cobra evitou a contaminação. todos com diagnóstico positivo para a covid-19, confirmados nos testes de RT-PCR e sorológicos. Ela, entretanto, teve resultado negativo.

Há casos de pessoas na mesma condição, porém, nesse caso sabe-se que o veneno da jararaca tem substâncias que atuam nas mesmas enzimas que o novo coronavírus e não está descartada a possibilidade de que um efeito colateral do soro antiofídico tenha impedido a contaminação.

O que busca saber é se uma reação cruzada teria impedido a contaminação, pois, do veneno da jararaca é que se encontrou uma substância capaz de inibir uma substância inibidora da enzima conversora da angiotensina, um nome um tanto complicado para dizer que angiotensina provoca a pressão alta e a enzima inibidora impede que a pressão se eleve e deu origem ao captopril e derivados que reduzem a pressão arterial e auxiliam no tratamento da insuficiência cardíaca.

Fica a pergunta: Será que o tratamento para picada de jararaca gera uma reação benéfica para o organismo humano capaz de impedir a infecção do novo coronavírus?

As pesquisas dirão e fica a expectativa de que o remédio derivado do veneno da jararaca seja um fármaco eficiente contra a Covid 19.

E POR ENQUANTO,
CUIDE-SE, EVITANDO AGLOMERAÇÕES, LAVANDO AS MÃOS COM FREQUÊNCIA E USANDO MÁSCARA COBRINDO A BOCA E O NARIZ.
PROTEJA-SE!

Localização

Av. Historiador Rubens de Mendonça 1731 - Bosque da Saúde
CEP: 78050-000
Fone: (65) 3642-3947
contato@radioconti.com.br

Sitevip Internet