Menu Escute a rádio online | Cuiabá

Notícias

Festival vende cerca de 30 toneladas de pamonhas e injeta quase R$ 500 mil na comunidade do Rio dos Peixes

Publicado por Giro Conti em 27/04/2022 às 08:56



Por Fernanda Leite
 
O Festival da Pamonha, realizado na comunidade do Rio dos Peixes, na rodovia Emanuel Pinheiro (às margens da MT-251, no Km 23), área rural de Cuiabá, foi um grande sucesso e superou a estimativa de vendas comercializando cerca de 30 toneladas de produtos derivados do milho, uma projeção de cerca de R$ 500 mil comercializados. A terceira edição foi realizada entre 21 e 24 de abril.

Conforme o levantamento da Secretaria Municipal de Turismo, coordenada pelo secretário Zito Adrien, nos quatro dias do evento, visitantes das cidades de São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Goiás passaram pelo evento. A pasta identificou também a presença de visitantes estrangeiros  do Chile, Estados Unidos e Venezuela. 

Além de fomentar o turismo, o  Festival da Pamonha possibilitou  uma injeção de ânimo no comércio que gerou 300 empregos diretos nas quase 60 pontos de comercialização de produtos derivados da pamonha e ainda, o de espetinhos, cachorro-quente, além dos restaurantes, artesanatos e demais.

O secretário Zito Adrien cita que o Festival melhorou a estrutura da região. Ele destaca que devido aos trabalhos da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) e da Ordem Pública (Sorp), não se registrou nenhuma ocorrência envolvendo acidente no trânsito e a Sorp garantiu a segurança dos visitantes.

"A Prefeitura fez a parte dela. A  Pasta do Turismo foi quem comandou o evento com a ajuda das secretarias como a Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico; Cultura, Esporte e Lazer, Comunicação e a Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb). A realização deste Festival e com esse sucesso todo, foi um pedido do prefeito Emanuel Pinheiro, desde quando assumi a Secretaria de Turismo. E lá, foi criada uma estrutura que ficou para a comunidade. Trocamos as lâmpadas para LED, ajustamos os locais para compostagem de lixo, dentre outras iniciativas. O cuidado da gestão era o de realizar um evento de sucesso, tinhamos uma preocupação considerando que a comunidade estava desanimada, descapitalizada e receosa.  A atividade serviu como uma injeção de ânimo. No ano que vem, o evento vai ser maior. Temos ciência de que precisaremos melhorar algumas coisas,  por exemplo, a localização, porque precisamos nos atentar para os pontos de acessibilidade. Não podemos pecar na questão do trânsito. Muitos comerciantes terão que se estruturar melhor e o Município será parceiro. Sempre lembrando que as pamonhas, que toda a produção, é feita de forma manual. E isso diz respeito a comunidade,  é por isso, iremos melhorar ainda mais a organização”, ponderou o gestor.

Zito lembra que a festividade possibilitou a geração de  300 empregos diretos. "Vamos melhorar  cada vez mais. A gente busca fornecer os subsídios. Muitas famílias daquela  região conseguiram empregos e a partir deste evento, as vendas irão melhorar. Havia muitas pessoas que não conheciam a localidade”, finalizou.

O Festival da Pamonha foi uma iniciativa desenvolvida na gestão do prefeito Emanuel Pinheiro. Sua primeira edição ocorreu em  2018, alcançando as vendas de quatro toneladas de derivados do  milho. Já em 2019, esse número subiu expressivamente para 11 toneladas.  Devido a pandemia causada pelo novo Coronavírus, em 2020,  a Prefeitura de Cuiabá decidiu suspender o evento nos anos de 2020 e 2021. 

Fonte: Giro Conti

Localização

Rua San Salvador 173, Jardim das Américas, 78060-614 Cuiabá-MT
Fone: (65) 3642-3947
[email protected]
Rádio A Voz D'Oeste Limitada - CNPJ 03.461.407/0001-04

Sitevip Internet