Menu Escute a rádio online | Cuiabá

Notícias

Governo negocia compra de mais de um milhão e meio de doses de vacina

Publicado por Giro Conti em 22/02/2021 às 17:04

 
 
Passado o susto com a reinfecção pela primeira-dama, Vírgínia Mendes com a Covid-19, o governador Mauro Mendes alertou a população para os cuidados que devem ser tomados, durante a entrevista no Giro Conti desta segunda-feira (22), e sobre a dificuldade em adquirir novas doses das vacinas.

“Infelizmente ela pegou pela segunda vez o vírus. Normalmente na segunda vez, os sintomas são mais fortes. A primeira vez minha esposa, teve um pouco de dor de cabeça, dores no corpo, mas foi pouco. Desta segunda vez os sintomas foram muito fortes, teve 50% do pulmão comprometido. Graças a Deus conseguiu recuperar”, contou Mauro Mendes.

Segundo o gestor, o governo tem feito um esforço gigantesco para conseguir comprar novas doses da vacina. “Se aparecerem três milhões, nós temos dinheiro para comprar. Não vamos medir esforços. Infelizmente existe uma corrida mundial com esse mesmo objetivo”, esclarece.

Mauro Mendes falou sobre a dificuldade em adquirir o imunizante e que formalmente o laboratório Pfizer respondeu não realizar negociações paralelas com estados brasileiros para o fornecimento de doses de sua vacina contra a Covid-19, e que mantêm o diálogo aberto com o governo federal.

“Já mandei carta para o embaixador da China, para o embaixador da Índia, já falei com laboratório, já mandei carta para Sinopharm (da China), falei com o pessoal da Pfizer, sem êxito”, explica o governador.

Mauro afirmou ainda que, essa semana está em andamento mais uma tentativa para a compra de um milhão e meio de doses da vacina. “Acredito que a vacina é hoje o único caminho seguro para podermos vencer essa pandemia. Enquanto não vem a vacina, é manter as medidas de prevenção. Cada um fazer sua parte, mantendo o distanciamento na medida do possível, usar a máscara e a higiene. Fazer tudo aquilo que estão todos estão cansados de saber”.

O governador de Mato Grosso alertou sobre a possibilidade de uma nova cepa já identificada no estado de São Paulo, disseminar no Brasil.

“A nova cepa está em São Paulo, e deve pegar o Brasil inteiro. Ela está em várias cidades paulista. Os aeroportos estão lotados e ela deve chegar. Aqui em Mato Grosso ainda estamos com razoável controle”, disse o gestor.

Entre as medidas para conter a propagação do vírus, Mendes citou a ampliação dos leitos de UTIs nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Lucas do Rio Verde e em Primavera do Leste, e a parceria com as prefeituras com recursos do Estado. O gestor disse ainda que agora espera que, o Ministério da Saúde cumpra com o cronograma de vacinação apresentado na semana passada pelo governo federal.
 
“Abrimos muitas UTIs nessas últimas duas semanas, e estamos trabalhando para abrir mais algumas muitas ainda para completar o ciclo de ampliação. No Hospital Metropolitano, fizemos 278 leitos exclusivos para atender na pandemia. Agora vamos torcer para que o Ministério da Saúde cumpra com o cronograma que ele apresentou, mas até lá, é trabalhar com precaução, para que possamos vencer a dificuldade e seguir em frente”, finalizou.

Localização

Rua San Salvador 173, Jardim das Américas, 78060-614 Cuiabá-MT
Fone: (65) 3642-3947
[email protected]
Rádio A Voz D'Oeste Limitada - CNPJ 03.461.407/0001-04

Sitevip Internet