Menu Escute a rádio online | Cuiabá

Notícias

Unimed deixa de prestar atendimento ambulatorial usando decreto municipal como escudo

Publicado em 21/05/2020 às 15:44



Pacientes que procuraram qualquer tipo de atendimento ambulatorial nos Postos “Unimed Fácil” foram recusados e as unidades estão fechadas a 1 semana recusando-se a atender pacientes sob o pretexto de possível contaminação de instalações pela Covid 19.
Com isso o Plano de Saúde Suplementar livrou-se de todos os seus pacientes transferindo todos os encargos de atendimento para a rede pública sob a desculpa de estar cumprindo o Decreto Municipal 7.898 de 9 de maio do corrente ano estabelecendo as medidas restritivas devido à Covid 19.
O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, acionado por usuários do Plano de Saúde, considerou inadmissível essa conduta de abandono de seus clientes que, mesmo durante a pandemia, são obrigados a honrar com as respectivas mensalidades e, assim, decidiu notificar a operadora de planos de saúde para, com as devidas medidas, retomar o atendimento.
A reportagem tentou falar com a Diretoria da Unimed mas esta não respondeu à Rede Conti de Rádios dizendo que ainda não foi notificada para tomar conhecimento da notificação expedida pelo Ministério Público respondendo que a suspensão das atividades atendeu à imposição de medidas restritivas decretadas pela Prefeitura.
NOTA DO DEPARTAMENTO DE JORNALISMO DA REDE CONTI DE RÁDIOS:
Não é de hoje que as operadoras de Planos de Saúde Suplementar acrescentam a seus balanços ganhos obtidos com a negação de atendimento a seus pacientes que se valem do Sistema Único de Saúde.
Em casos de acidentes, para ficar num exemplo, os acidentados são atendidos nos Prontos Socorros dos Municípios e o atendimento totalmente custeado pelo contribuinte sem que as respectivas contrapartidas, impostas pela legislação sejam cumpridas.
A Unimed não pode se esconder atrás de um decreto municipal e sonegar atendimento a seus clientes quando deveria, na verdade, adaptar as respectivas unidades para prestar o devido atendimento em casos de Covid 19.
É uma atitude covarde, inescrupulosa e típica mercantilização da saúde e mais: um comportamento inaceitável para quem tem responsabilidades de prover o atendimento contratado com seus usuários nestes tempos de pandemia.
O MINISTÉRIO PÚBLICO EXIGE O INÍCIO DE ATENDIMENTO EM 24 HORAS!

Localização

Av. Historiador Rubens de Mendonça 1731 - Bosque da Saúde
CEP: 78050-000
Fone: (65) 3642-3947
contato@radioconti.com.br

Sitevip Internet