Menu Escute a rádio online | Cuiabá

Notícias

Trabalhadores dos correios fazem assembleia hoje para definirem adesão à greve geral

Publicado em 30/07/2020 às 09:30



Os trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos prepara uma assembleia geral, hoje, mediante convocatória já distribuída em todo o Estado, para deliberarem sobre a possibilidade de iniciar uma greve geral que comece no dia 4 de agosto.
Combustível para a greve é o que não falta. Os Correios são, entre outras estatais, objeto de privatização, embora tenha se revelado uma empresa lucrativa e com serviços crescentes devido às compras pela internet onde a logística realizada pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos tem apresentado resultados que impactam positivamente o balanço da estatal que já considerada a empresa mais eficiente do Brasil.
A demolição dos Correios não começou agora, mas, veio se acentuado no Governo Bolsonaro que, como em outras situações, primeiro cuida de sucatear as estatais para depois vendê-las de uma forma cruelmente baratas dilapidando o patrimônio nacional. Essas empresas, tão logo passam para a iniciativa privada, recompõem seus quadros de pessoal e voltam a exibir lucros. E desta vez, ainda, Alexandre Aragão explica a frustração no Acordo Coletivo onde o governo não quer negociar, mas, eliminar 70 direitos inscritos nas cláusulas negociadas em 2019, como explica o dirigente sindical:
(Sonora com Alexandre Aragão)
“Os trabalhadores reivindicam a manutenção do Acordo Coletivo.....
............................os trabalhadores ou fazem a greve ou perigam a morrer de fome”
O PROGRAMA DE DESESTATIZAÇÃO, COMO OUTRAS INICIATIVAS QUE JÁ FORAM VISTAS, SE PRESTAM A TRANSFERIR O PATRIMÔNIO PÚBLICO PARA EMPRESAS ESTRANGEIRAS, POIS, AGORA NA PANDEMIA, BUSCAR DINHEIRO SEM SE IMPORTAR COM O PATRIMÔNIO DE TODOS OS BRASILEIROS É UMA SOLUÇÃO CAOLHA E OPORTUNISTA.

Localização

Av. Historiador Rubens de Mendonça 1731 - Bosque da Saúde
CEP: 78050-000
Fone: (65) 3642-3947
contato@radioconti.com.br

Sitevip Internet