Menu Escute a rádio online | Cuiabá

Notícias

Médicos pedem socorro: 151 contaminados e 2 mortos por covid 19

Publicado em 04/07/2020 às 15:42


Os médicos de Mato Grosso decidiram, através do Conselho Regional de Medicina, fazer uma carta aberta à sociedade mato-grossense pedindo a conscientização de todos para conter a propagação do novo coronavírus cuja contenção depende e muito da atitude de cada um diante da pandemia.
A carta aberta à sociedade foi divulgada no último domingo e, em boa medida, vem sendo reproduzida pelos meios de comunicação. 
Diz trecho da carta: “a participação efetiva da sociedade pode mudar a forma como enfrentamos esta pandemia, que já nos traz o problema de saúde específico e também nos impõe uma dura realidade emocional e econômica”.
Segundo dados levantados pelo Conselho Regional de Medicina, 151 médicos já foram infectados com a Covid 19 e dois vieram a falecer. Desde o começo da semana já foram constatados 23 novos casos, com estas informações coligidas por meio dos próprios médicos, familiares, Comissões de Ética e Diretores Técnicos de Unidades Hospitalares Públicas e Privadas.
Em dado trecho os médicos afirmam: “estamos enfrentando o momento mais crítico de uma doença, cujo comportamento biológico se caracteriza pela alta contagiosidade.” 
E a afirmação vem implícita no boletim da Secretaria Estadual de Saúde que informou a condição de “risco muito alto para o novo coronavírus” de 23 municípios do Estado, onde o número de óbitos já ultrapassa 600 mortos.
Em meio a esse cenário devastador o Conselho reforça que não há tratamento específico para a doença e sobre o Kit Covid, com ivermectina e a hidroxicloroquina, reafirmam que ambos dependem de maiores estudos científicos para uma recomendação mais robusta, necessitando de prescrição médica esclarecida e consentimento do paciente para utilização. 
A carta prossegue relatando que não há vacinas disponíveis e as medidas de suporte clínico, ventilatório e de cuidados intensivos, quando necessários, são os principais instrumentos para auxiliar na recuperação da doença.
O Conselho reforça, ainda, a preocupação com a crescente ocupação de leitos hospitalares e retaguarda de Unidades de Terapia Intensiva, já indisponíveis, além do desfalque de equipes, falta de insumos e a grande velocidade de consumo de fármacos.
Se a sociedade continuar reagindo sem qualquer preocupação em evitar aglomerações, organizando festinhas, reuniões sociais e outros eventos, a contaminação será crescente e inevitável. O Conselho difere a flexibilização comercial da flexibilização social. E reforça: “por mais que os estabelecimentos comerciais estejam dentro da normativa, o comportamento social não está de acordo”.
E SÃO ESSAS AS RECOMENDAÇÕES DO CONSELHO PARA QUE CADA UM FAÇA A SUA PARTE PARA EVITAR A PROPAGAÇÃO DO CONTÁGIO:
EVITAR CONTATO PRÓXIMO COM PESSOAS QUE SOFREM DE INFECÇÕES RESPIRATÓRIAS AGUDAS;
USAR MÁSCARA QUANDO SAIR DE CASA, COM A MÁSCARA COBRINDO A BOCA E O NARIZ;
LAVAR AS MÃOS COM FREQUÊNCIA COM ÁGUA E SABÃO POR PELO MENOS 20 SEGUNDOS. SE NÃO HOUVER ÁGUA E SABÃO, USAR UM DESINFENTANTE PARA AS MÃOS À BASE DE ÁLCOOL;
EVITAR TOCAR NOS OLHOS, NARIZ E BOCA COM AS MÃOS NÃO LAVADAS;
EVITAR CONTATO PRÓXIMO COM PESSOAS DOENTES. FICAR EM CASA QUANDO ESTIVER DOENTE.
COBRIR A BOCA E NARIZ AO TOSSIR OU ESPIRRAR COM UM LENÇO DE PAPEL E JOGAR NO LIXO;
LIMPAR E DESINFETAR OBJETOS E SUPERFÍCIES TOCADOS COM FREQUÊNCIA.

SE CADA UM NÃO FIZER A SUA PARTE ESTARÁ SUJEITO SER O PRÓXIMO USUÁRIO DE UM CAIXÃO, O QUE NÃO SE DESEJA PARA NINGUÉM.

Localização

Av. Historiador Rubens de Mendonça 1731 - Bosque da Saúde
CEP: 78050-000
Fone: (65) 3642-3947
contato@radioconti.com.br

Sitevip Internet